“P um tempo ruim para a música”, opina Prince sobre momento atual

S planeta dos anos 1980 e até hoje prolífico artista pop Prince não vê a música produzida atualmente com bons olhos. Em entrevista ao jornal New York Post, o setentrião-americano se mostrou desgostoso com o que tem ouvido.

Prince lança clipe de “Baltimore” e anuncia o disco The Hit & Run Album.

Prince foi perguntado a reverência de artistas que dizem ter sido influenciados por ele, porquê Tame Impala, The Weeknd e Miguel, ao que respondeu: “Pode subsistir música que soe porquê eu, mas o que tem de bom nisso? Nós estamos essencialmente em um círculo vicioso”.

Prince, RZA, Cat Stevens, Diddy: relembre artistas que mudaram de nome por razões bizarras.

“Esse é um tempo ruim para a música em universal. Não tem muita música pop no mainstream que te faça sentir assustado, que te faça imaginar o que está acontecendo”, acrescentou o cantor.

Prince se junta ao Alabama Shakes em performance de “Gimme All Your Love”.

Prince lançará em 7 de setembro deste ano o álbum de inéditas HitNRun, exclusivamente pelo Tidal. Criado e gravado em menos de três meses, o disco contará com o single psicodélico “Hardrocklover”, feito em parceria com a margem de escora do cantor, a 3rdEyeGirl, e antecipado no início de junho deste ano para os fãs.

Também terá a inédita “1,000 Hugs and Kisses” e uma novidade versão de “This Could Be Us”, do disco solo Art Official Age, de 2014, divulgado simultaneamente com PlectrumElectrum, leste, gravado com o 3rdEyeGirl.

Fonte:Rolling Stone Brasil

Sem Fergie, Black Eyed Peas viaja no tempo e faz tributo ao rap no clipe de “Yesterday”

Fonte:Rolling Stone Brasil

Exclusivo: Bratislava volta no tempo e lança vídeos gravados em VHS

por Lucas Brêda

S Bratislava aproveitou a passagem pelo podcast Vinil Sessions para ir detrás de algumas câmeras de filmagem em VHS. “Nós sabíamos que a qualidade da gravação não era ‘top’, logo decidimos filmar de um jeito que não fosse ‘top’ também”, conta o vocalista Victor Meira. S registro das duas faixas – e vídeos – em lo fi, está disponível, aquém, com exclusividade no Sobe o Som.

Mais no SoS: ouça o disco de estreia do Dingo Bells

A primeira música escolhida, “Vermelho”, é um single lançado no prelúdios do ano pretérito, que estará presente no próximo álbum da margem. “Pensamos: ‘Será que vamos mostrar uma música novidade ou vamos dar uma reforçada em outra já conhecida?”, lembra o Meira, notando que conseguiu unir ambos com a escolha da filete.

S vocalista – que antes cuidava dos graves, tocando inferior no grupo – cita a ingressão do novo integrante Sandro, que ocupou o lugar dele no instrumento. “Com ele no insignificante, eu fui pros teclados, logo [a fita] foi renovada, com sintetizadores, ganhou um ar novo.”

Maglore revela clipe de “Mantra” e adianta detalhes do novo disco

S vídeo de “Vermelho” traz a estética típica do VHS, parecendo ter sido gravado pelo menos 20 anos detrás. S quarteto se encontra nos arranjos profundos e na tensão da melodia, que extravasa em um instrumental instigante perto de seu quarto minuto.

Assista a “Vermelho” aquém

Já o vídeo de “Esperanza” – música do primeiro EP do grupo que foi praticamente refeita com novos arranjos –, traz uma história interessante por trás. “Tínhamos duas câmeras: as duas emprestadas de amigos nossos”, narra Meira. “Em uma delas estávamos usando fita virgem, na outra, iríamos gravar por cima [do que já havia].”

Guizado revela “Toro”, filete de seu terceiro disco

Ele segue a história: “Só que essa nossa amiga que foi gravar não soube rebobinar a fita, e ela registrou só uns trechos no término da fita. Quando fui olhar o que havia na fita, eram gravações dessa amiga com a bandinha dela na juvenilidade. Eu liguei pra ela e disse: ‘Vou fazer o clipe que vocês nunca fizeram!’”

A amiga é Tamara Serantes, baterista do extinto grupo The Bricks. S trio feminino aparece se divertindo e posando para a câmera nas imagens caseiras. Há também trechos de ensaios – nem tão animados assim – em uma garagem. As imagens antigas se intercalam à performance do Bratislava de “Esperanza” no Vinil Sessions.

Assista ao vídeo aquém

As novas versões das duas músicas apresentadas pelo Bratislava apontam para o próximo álbum da filarmónica, provisoriamente chamado Um Pouco Mais de Silêncio. “Já gravamos bateria, plebeu, estamos no processo”, diz o vocalista, que promete o segundo disco da curso para agosto ou setembro.

Luiza Lian mostra “samba de paulista” no clipe de “Coroa de Flores”

“Vermelho”, à propósito, estará no sucessor de Carne (2012), provavelmente em uma versão muito próxima à apresentada no Vinil Sessions. Já “Esperanza”, indica um pouco de porquê o quarteto irá tanger daqui para frente. “Deixamos ela com a face do disco que vamos lançar”, diz Meira. “Meio que para mostrar porquê a margem mudou, para está indo.”

Ouça ainda o primeiro disco do Bratislava, Carne

Carne by Bratislava

Fonte:Rolling Stone Brasil

Mude para versão para dispositivos móveis deste site