Naomi Campbell adere a campanha contra o racismo nas passarelas

Bethann Hardison, conhecida como guru do universo fashion, lançou a campanha Balance Diversity, que visa dar mais espaço para modelos de pele negra e combater o preconceito nas passarelas – algo que, segundo ela, vem aumentando com o passar dos anos.

Ex-dona de agência de modelos faz campanha pela diversidade nas passarelas.

Em entrevista ao programa Good Morning America (de acordo com o site Fashionista.com), Naomi Campbell e Iman, modelos que conseguiram quebrar essa barreira do preconceito e trilhar um caminho de sucesso, aderiram à campanha.

“As estatísticas são realmente chocantes”, disse Naomi. “É de quebrar o coração. É o seu corpo e a sua beleza que importam, não a sua cor. Se você possui o talento certo, você deveria ter...

a oportunidade para fazer este trabalho.”

Para Iman, o número de modelos de pele negra que trabalhavam na década de 70 ser maior do que a quantidade atual é o mais assustador. “Chega o momento em que o silêncio não é mais aceitável. E se a discussão não pode ser pública na nossa indústria, então há algo de muito errado com ela”, disse a modelo.

Elas deixam claro que a ideia da campanha não é acusar designers e estilistas de racismo, mas, sim, pedir para que eles reflitam em como podem estar contribuindo para passar uma imagem negativa. “Eu acho que eles são ignorantes e arrogantes e isso não é sobre racismo”, disse Benthann.

Fonte:Rolling Stone Brasil



Mude para versão para dispositivos móveis deste site