Guitarrista do Black Keys revela primeiro single de projeto paralelo

S projeto paralelo de Dan Auerbach, The Arcs, revelou o primeiro single da filarmónica nesta terça, 9. “Stay in My Corner” traz o guitarrista e vocalista do Black Keys escoltado pelos amigos Leon Michels, Richard Swift, Homer Steinweiss, Nick Movshon e Kenny Vaughan.

“Gotta Get Away”, do Black Keys, está na nossa lista de melhores músicas internacionais de 2014.

Inspirada pela recente luta entre os pugilistas Floyd Mayweather e Manny Pacquiao, em Las Vegas, a filete tem pouco mais de três minutos e sai também em vinil de sete polegadas, com a cantiga “Tomato Can” – também com temática relacionado ao pugilismo – no lado B. Auerbach é um pugilista que pratica regularmente em sua garagem ou nos camarins antes de shows.

“Stay in My Corner” e “Tomato Can” antecipam o disco Yours, Dreamily, que sairá em 4 de setembro pela gravadora Nonesuch Records. Após o lançamento do disco – e algumas apresentações já marcadas com o Black Keys –, Auerbach sairá em turnê de dois meses com o Arcs para publicar o projeto paralelo.

Ouça “Stay in My Corner” aquém.

The Arcs
Dan Auerbach – de quem último disco solo é Keep It Hid, de 2009 – gravou o novo álbum porquê The Arcs informalmente em salas de experiência e em um estúdio no Brooklyn com o camarada Leon Michels, com quem ele trabalhou em projetos de Dr. John e Lana Del Rey.

Vida Pop – Um protesto contra quem vai a show de rock para posar de cool em vez de se divertir.

“Foi feito muito rápido, em muro de uma semana e meia ou duas”, conta. Auerbach diz que gravou com “um monte de pessoas diferentes – minhas favoritas”,...

sendo elas Richard Swift, Homer Steinweiss, Nick Movshon e Kenny Vaughan, além de Michels. S líder do Black Keys lançará Yours, Dreamily em setembro.

“Só queria fazer minhas coisas e obter alguma coisa excessivamente heteróclito”, comenta sobre a sonoridade do registro. “Queria que tudo fosse fluido e coeso. Várias das faixas se misturam umas às outras, mais ou menos porquê o Grateful Dead – nos meus discos favoritos em que eles fizeram isso. Então tenho várias canções conectadas. P basicamente tudo que senhor na música embrulhado em um álbum – é isso!”

Edição 93 (perfil) – No auge do sucesso, o Black Keys encontrou uma novidade maneira de chegar ao fundo do poço.

S cantor e guitarrista diz que essa pujança “excessivamente esquisita” será aplicada também aos vídeos. “Agora estou finalizando a troço gráfica, trabalhando em um clipe em quadrinhos com um jovem que vive em Bakersfield e nunca fez um vídeo antes”, diz Auerbach.

Ele sintetiza: “Meio ridículo. Estou exclusivamente me divertindo. Basicamente, fazendo música sem responsabilidade”.

Fonte:Rolling Stone Brasil



Mude para versão para dispositivos móveis deste site