Eli Iwasa dribla a quarentena com turnê online


Com streamings imperdíveis em turnê online, Eli Iwasa incentiva o movimento #FicaEmCasa.

No sábado pretérito a DJ fez um streaming com tapume de 20 milénio visualizações através do perfil do Caos e se prepara para mais dois: Warung hoje, dia 26, e BAUM no sábado

Eli Iwasa é uma das personagens femininas mais ativas da música eletrônica brasileira: são pelo menos 3 gigs toda semana. Porém, há duas semanas a “Japa” viu sua agenda ruir em meio à pandemia que tomou conta de nosso país.

Em suas redes sociais, ela vem mostrando que tem devotado seu tempo aos estudos e a fomentação artística pessoal.

Eli Iwasa

Todavia, despretensiosamente, Eli Iwasa terá que dividir seu tempo de estudo com uma turnê online. No último sábado, dia 21, ela se aventurou por um streaming no perfil de seu club no interno paulista, Caos, que rendeu zero mais, zero menos do que tapume de 20 milénio visualizações.

Agora, ela se prepara para mais dois: na quinta-feira, dia 26, através do perfil do club Warung Beach Club (que fica em Itajaí) com Albuquerque,

D-nox e Gabe — todos...

de suas respectivas casas — a partir das 19h; e para relembrar sua icônica apresentação no maior festival de techno da Colômbia, através do perfil do BAUM (evento que acontece em Bogotá) no sábado, dia 28. Para saber o horário, basta permanecer conectado às mídias da DJ.

Eli vive o auge da curso, com gigs em importantes eventos mundiais — no momento em que o Brasil se torna uma potência da música eletrônica, grande segmento devido ao seu trabalho (que inclusive foi reconhecido pelo Estadão porquê uma profissional “que não se acomoda” e uma das principais DJs do país) há duas décadas porquê protagonista de um gênero músico expoente. Só no ano pretérito, Iwasa fez uma maratona de 10 grandes festivais que incluíram desde o tradicional Rock in Rio, até o BAUM, maior festival de techno na Colômbia, além dos principais do segmento: DGTL, Gop Tun, Photon, Time Warp…

 “São nesses momentos de crise que grandes ideias e oportunidades surgem. (…)

Eu estou preocupada, apreensiva, sem fazer muitos planos porque a gente não sabe quando as coisas vão se regularizar, mas eu estou otimista. Isso tudo que está acontecendo é para a gente se fortalecer ainda mais, se renovar e produzir coisas novas”, reforça a DJ que se prepara para a primeira turnê do dedo de sua curso.

Redes socias: Facebook, Instagram e SoundCloud.

Print Friendly, PDF & Email





Manancial Notícia -> :Fonte Notícia



Mude para versão para dispositivos móveis deste site