Coronavírus: 7 ações para ajudar a cena eletrônica














(Por:Phouse)Em meio à crise do mercado, os fãs de música eletrônica podem ajudar a minimizar os impactos negativos com gestos simples.

Leia Mais:

Coronavírus: Shows, festivais e estreias de filmes são cancelados devido epidemia

Você, provavelmente, tem escoltado os cancelamentos de praticamente todos os eventos e shows de música eletrônica das próximas semanas, porquê medida de segurança para sustar a propagação do novo coronavírus.

No contexto da situação no mínimo preocupante que vivemos, a quarentena é necessária e vital, mas acaba por prejudicar artistas, produtores de eventos, agências e centenas de milhares de profissionais do mercado que têm nos eventos porquê principal manadeira de receita.

A gente não sabe quanto tempo a pandemia vai persistir, mas sabemos que é um pouco temporário. Enquanto isso, precisamos minimizar, de forma conjunta, os impactos negativos do coronavírus no cenário eletrônico pátrio.

Pensando nisso, compilei sete atitudes simples que cada fã pode tomar para contribuir com esse movimento:

1. Se você tem ingressos para shows que foram adiados, por obséquio, não solicite o reembolso

Aguarde a novidade data e compareça.

Fazendo isso, você vai ajudar a minimizar o prejuízo dos produtores de eventos e todos profissionais diretamente ou indiretamente envolvidos, inclusive fornecedores e profissionais autônomos.

Sim, o reembolso é um recta seu, mas peça unicamente em último caso, se você não puder mesmo comparecer no evento na novidade data.

2. Compre produtos online

Alguns artistas e eventos vendem produtos online porquê camisas, bonés e acessórios de suas próprias marcas.

Você pode aproveitar que neste período não terá muitos gastos com lazer e comprar produtos do seu artista predilecto.

3. Escute...

e compartilhe música

Sim, eu sei que você já faz isso em dias normais.

Mas agora pensa que você tem mais tempo disponível, e por isso, oportunidade de se aprofundar e saber mais seus artistas preferidos.

Você pode produzir playlists no Spotify, compartilhar músicas com os seus amigos, ouvir novos lançamentos… Tudo isso contribui para manter a curso dos DJs/produtores aquecida.

4. Conheça novos artistas

É muito bom ter aquela sensação de realização quando você descobre um artista ou uma música que realmente gosta.

Isso é ótimo para ampliar seus horizontes e tornar essa jornada músico cada vez mais deleitável.

5. Assista às lives e interaja

Neste período de repouso, muitos artistas estão fazendo e vão fazer livestreams de DJ sets em suas redes. Aproveite para observar e apoiá-los, seja curtindo, interagindo ou convidando os seus amigos.

Pense que nossos artistas estão em tempos difíceis, e demonstre gratidão pelo entretenimento que eles estão oferecendo.

6. Faça questão de ajudar os artistas locais

São tempos difíceis para todo mundo, mas os artistas locais são uns dos mais prejudicados pela falta de gigs, muitas vezes por não ter fluxo de caixa para sustentar um longo período de seca.

Valorize e apoie os DJs/produtores da sua cidade.

7. Apoie os profissionais autônomos do meio

Profissionais autônomos que trabalham com turnê e gigs — porquê videomakers, fotógrafos, técnicos e produtores de estrada — também foram muito prejudicados pela pandemia, pois sua renda depende diretamente dos shows.

Da mesma forma, busque ajudar os profissionais que você conhece.

 

Manancial: www.phouse.com.br





Manancial Notícia -> :Fonte Notícia



Mude para versão para dispositivos móveis deste site