Carl Reiner, ator de ‘Onze homens e um sigilo’ e mito da comédia americana, morre aos 98 anos | Pop & Arte


Carl Reiner, ator, diretor, roteirista e um dos nomes mais aclamados da comédia americana, morreu aos 98 anos, segundo a escritório Associated Press.

Uma assistente do artista disse à escritório que ele morreu de causas naturais em sua mansão em Beverly Hills, Califórnia (EUA).

Reiner criou a sitcom “The Dick Van Dyke show”, que acompanha os bastidores e a vida do roteirista de um programa de comédia, o suposto “The Alan Brady show”.

Exibida nos anos 1960, a série se tornou uma das mais populares de todos os tempos na televisão americana, ganhou 15 prêmios Emmy e se tornou um padrão para outras comédias.

No cinema, Reiner dirigiu filmes uma vez que “Alguém lá em cima gosta de mim” (1977) e “Um espírito baixou em mim” (1984)

Também escreveu livros, uma vez que o romance autobiográfico “Enter laughing”, que foi ajustado para o cinema.

Porquê ator, fez mais de 100 trabalhos, incluindo o personagem Saul Bloom nos filmes da franquia “Onze homens e um sigilo”.

Ele é pai do ator e diretor Rob Reiner, que trabalhou em filmes uma vez que “O lobo de Wall Street” (2013).



Natividade Notícia -> :Fonte Notícia